Câmara de Comércio Ibero-Russa
Idioma: es en pt ru

A Rússia Pode Proibir o Vinho Barato

Publicado em 6 de Novembro de 2012

 
A Rússia Pode Proibir o Vinho Barato

O governo Russo pode alterar os preços mínimos de vinho para compensar aos produtores nacionais o aumento dos preços mundiais devido às colheitas pobres na Rússia e na Europa. A União Russa de viticultores e produtores de vinho enviaram um pedido ao Serviço Federal de Regulação do Mercado de Álcool para definir o preço mínimo duma garrafa de 0,7 litros de 110 rublos (US $ 3,50).

Esta medida tem que ser tomada devido às más colheitas de uvas na Rússia e na Europa. Os preços mínimos devem ser revistos todos os anos, dependendo da colheita e da situação do mercado mundial, porque muitos vinhos na Rússia são produzidos de uvas importadas da Itália, Espanha, França, Argentina, Chile etc.

O consumo de álcool na Rússia é mais do que o dobro do nível crítico estabelecido pela Organização Mundial de Saúde.

No dia 1 de Janeiro 2010 a Rússia introduziu o preço mínimo de vodka numa tentativa de combater a produção de álcool falsificado e combater o alcoolismo crescente.

© 2019 Câmara de Comércio Ibero-Russa • Condições de uso